Publicado em

Mitos e verdades sobre a ingestão de colágeno durante a gravidez

Uma das alterações que acontecem no corpo da mulher durante a gravidez é a redução na produção de colágeno. A diminuição é natural, mas seus efeitos podem ser reduzidos a partir de algumas medidas, como manter uma alimentação saudável, praticar atividades físicas e ingerir a proteína hidrolisada em sua forma em pó ou em comprimidos.

Existem alguns mitos sobre a ingestão de colágeno durante a gravidez. Separamos algumas das dúvidas abaixo, com suas respostas e indicações se são realmente pertinentes ou não. Confira:

O colágeno é importante para manter a saúde da pele durante a gravidez?

Sim. As alterações no corpo durante a gestação afetam diretamente a pele da mulher, que precisa suportar o aumento da barriga e do peso em geral. Para evitar flacidez após o parto e manter a pele sempre hidratada, é muito importante utilizar produtos como creme hidratante e óleos de amêndoas, principalmente na região abdominal, além da ingestão do colágeno hidrolisado, que vai ajudar a suprir a necessidade da proteína no organismo.

Posso consumir o colágeno durante a gravidez por conta própria?

Não. O colágeno pode ser um importante aliado da gestante para manter a saúde da pele e de todo o corpo, mas é essencial que a recomendação e a dosagem certa sejam indicadas por um médico, que deve acompanhar todo o tempo da gestação e avaliar constantemente todos os processos envolvidos com a mãe e o bebê.

Saiba mais: Como o colágeno funciona no organismo?

A ingestão de colágeno deve ser feita somente durante a gravidez?

Não. Após os 25 anos, o corpo das mulheres passa a reduzir drasticamente a produção do colágeno, que é uma proteína importante para o suporte e o pleno funcionamento de todas as articulações do organismo. Por isso, mesmo antes ou depois de engravidar, a ingestão do colágeno hidrolisado ajuda na saúde e previne o envelhecimento precoce da pele.

Preciso parar de tomar o colágeno durante a amamentação?

Não. Assim como o colágeno não interfere na saúde do bebê durante a gestação, também não há casos de prejuízo ao leite da nova mamãe. Manter a administração do colágeno enquanto estiver amamentando vai ajudar a prevenir a flacidez pós parto e contribuir para a recuperação do corpo, sempre sob orientação médica.

O colágeno ajuda a evitar as estrias e a reduzir as celulites causadas pela gravidez?

Sim. Um dos principais benefícios do colágeno hidrolisado para quem está grávida ou teve filhos recentemente é ajudar a manter a resistência da pele, evitando o surgimento de estrias e de celulites nas regiões mais impactadas pela gestação.

Leia também: 3 dicas para prevenir o surgimento de estrias

Ficou com alguma dúvida sobre a ingestão de colágeno durante a gravidez? Deixe seu comentário abaixo.

 

  • QUALIDADE COMPROVADA

    Estudos conduzidos na Universidade de Kiel, na Alemanha, e publicados em revistas científicas comprovam que a ingestão diária de 2,5g de VERISOL™ por 8 semanas proporciona:
    Redução da profundidade das rugas.
    Aumento de até 30% na elasticidade da pele.

  • Nossos Produtos

  • Ultímas Notícias